Dicas para te ajudar a planejar a construção da sua casa do zero!

0
110

Planejar a construção da casa é uma tarefa que envolve diversos pontos que vão desde a definição do terreno e o levantamento da mão de obra necessária para a execução da obra até a compra dos materiais e a obtenção de todos os documentos.

Para ajudá-lo nesse processo, separamos, neste post, alguns passos para planejar a construção da sua casa do zero. Confira!

Planejar a construção da casa é uma tarefa que envolve diversos pontos que vão desde a definição do terreno e o levantamento da mão de obra necessária para a execução da obra até a compra dos materiais e a obtenção de todos os documentos.

Para ajudá-lo nesse processo, separamos, neste post, alguns passos para planejar a construção da sua casa do zero. Confira!

1. Escolha o terreno ideal 

Antes de qualquer coisa, para você construir a casa dos seus sonhos, é preciso escolher o local. A escolha do terreno é fundamental para construção do imóvel e, principalmente, para que ele fique dentro das expectativas. Se você ainda não adquiriu um terreno pode CLICAR AQUI e conferir nossas opções em condomínio fechado! 

É muito importante estar atento aos desníveis do terreno, à qualidade do solo, à área permitida para a construção da casa e à localização. Todos esses detalhes impactam na obra e no valor final.

2. Defina seu limite orçamentário 

A determinação do valor a ser gasto na construção da casa é, provavelmente, o fator que mais vai impactar no imóvel.

O orçamento da obra será o responsável por definir o tamanho, a qualidade da casa e o tempo gasto para a conclusão da construção. Por isso, é muito importante tomar muito cuidado ao fazer as contas de maneira correta e realista.

Tenha atenção, ainda, para não exagerar no projeto, fazendo com que você não consiga pagar por todos os custos ou terminar a obra no tempo esperado.

Porém, é preciso ter cuidado com a situação contrária: não economize demais para depois se arrepender! O melhor a fazer é contratar um especialista, como um arquiteto, para que ele possa planejar com você e cuidar da execução da sua obra. 

3. Mão de obra qualificada 

O primeiro passo é conhecer o profissional de arquitetura que você pretende contratar. Pesquise seu portfólio, seu estilo de trabalho e o tempo que ele atua no mercado. Afinal, é muito importante buscar um profissional da sua confiança.

Depois, para que o projeto do arquiteto saia do papel de forma fiel, é preciso utilizar mão de obra qualificada. Por isso, devem-se contratar mestres de obra, pedreiros, pintores e serventes que possuam referências e que você conheça os trabalhos realizados por eles. Lembre-se de que eles serão os responsáveis para que o seu lar fique de acordo com o desejado.

4. Invista em materiais de confiança 

Para planejar a construção da sua casa e realizar as obras, é preciso comprar os materiais que serão utilizados em cada etapa. As compras desses insumos devem ser feitas em empresas de qualidade e que entreguem produtos de ponta. Caso contrário, pode-se adquirir itens que prejudiquem a sua construção.

Ao comprar os materiais, é muito importante seguir aquilo que foi definido pelo arquiteto e engenheiro nos projetos. Isso garante que a obra fique dentro do orçamento e você não tenha surpresas desagradáveis.

5. Defina um cronograma 

Definir um cronograma é fundamental para manter a organização dos estágios e conseguir visualizar e entender os passos que precisarão ser executados. A construção da sua casa deve seguir as seguintes etapas de uma obra:

1. Fundação — etapa responsável pela sustentação. Aqui, a mão de obra deverá preparar o terreno e realizar a fundação e a construção do alicerce que servirá de base para a construção;

2. Alvenaria — consiste no levantamento das paredes, na colocação da laje e de outros pontos estruturais do imóvel;

3. Laje e Telhado — conclui a parte estrutural da casa e deve ser feito de acordo com o especificado no projeto arquitetônico. Além do efeito estético, ele tem grande importância para a conservação do imóvel;

4. Elétrica e hidráulica — são etapas que exigem muitos cuidados para ficarem bem executadas. Para evitar erros e problemas posteriores, é essencial contar com profissionais capacitados;

5. Acabamento — pode ser complexo, longo e caro. Em geral, demanda muita mão de obra, pois consiste na colocação dos pisos e revestimentos, nivelamento das paredes, pintura, instalação de móveis planejados etc.

E aí, gostou das nossas dicas? Então fica ligado que por aqui sempre tem conteúdo de qualidade para te ajudar na realização do seu sonho! 


Para ajudá-lo nesse processo, separamos, neste post, alguns passos para planejar a construção da sua casa do zero. Confira!

É muito importante estar atento aos desníveis do terreno, à qualidade do solo, à área permitida para a construção da casa e à localização. Todos esses detalhes impactam na obra e no valor final.

1. Escolha o terreno ideal 
Antes de qualquer coisa, para você construir a casa dos seus sonhos, é preciso escolher o local. A escolha do terreno é fundamental para construção do imóvel e, principalmente, para que ele fique dentro das expectativas. Se você ainda não adquiriu um terreno pode CLICAR AQUI e conferir nossas opções em condomínio fechado! 

2. Defina seu limite orçamentário 
A determinação do valor a ser gasto na construção da casa é, provavelmente, o fator que mais vai impactar no imóvel.

O orçamento da obra será o responsável por definir o tamanho, a qualidade da casa e o tempo gasto para a conclusão da construção. Por isso, é muito importante tomar muito cuidado ao fazer as contas de maneira correta e realista.

Tenha atenção, ainda, para não exagerar no projeto, fazendo com que você não consiga pagar por todos os custos ou terminar a obra no tempo esperado.

Porém, é preciso ter cuidado com a situação contrária: não economize demais para depois se arrepender! O melhor a fazer é contratar um especialista, como um arquiteto, para que ele possa planejar com você e cuidar da execução da sua obra. 

3. Mão de obra qualificada 
O primeiro passo é conhecer o profissional de arquitetura que você pretende contratar. Pesquise seu portfólio, seu estilo de trabalho e o tempo que ele atua no mercado. Afinal, é muito importante buscar um profissional da sua confiança.

Depois, para que o projeto do arquiteto saia do papel de forma fiel, é preciso utilizar mão de obra qualificada. Por isso, devem-se contratar mestres de obra, pedreiros, pintores e serventes que possuam referências e que você conheça os trabalhos realizados por eles. Lembre-se de que eles serão os responsáveis para que o seu lar fique de acordo com o desejado.

4. Invista em materiais de confiança 
Para planejar a construção da sua casa e realizar as obras, é preciso comprar os materiais que serão utilizados em cada etapa. As compras desses insumos devem ser feitas em empresas de qualidade e que entreguem produtos de ponta. Caso contrário, pode-se adquirir itens que prejudiquem a sua construção.

Ao comprar os materiais, é muito importante seguir aquilo que foi definido pelo arquiteto e engenheiro nos projetos. Isso garante que a obra fique dentro do orçamento e você não tenha surpresas desagradáveis.

5. Defina um cronograma 
Definir um cronograma é fundamental para manter a organização dos estágios e conseguir visualizar e entender os passos que precisarão ser executados. A construção da sua casa deve seguir as seguintes etapas de uma obra:

1. Fundação — etapa responsável pela sustentação. Aqui, a mão de obra deverá preparar o terreno e realizar a fundação e a construção do alicerce que servirá de base para a construção;

2. Alvenaria — consiste no levantamento das paredes, na colocação da laje e de outros pontos estruturais do imóvel;

3. Laje e Telhado — conclui a parte estrutural da casa e deve ser feito de acordo com o especificado no projeto arquitetônico. Além do efeito estético, ele tem grande importância para a conservação do imóvel;

4. Elétrica e hidráulica — são etapas que exigem muitos cuidados para ficarem bem executadas. Para evitar erros e problemas posteriores, é essencial contar com profissionais capacitados;

5. Acabamento — pode ser complexo, longo e caro. Em geral, demanda muita mão de obra, pois consiste na colocação dos pisos e revestimentos, nivelamento das paredes, pintura, instalação de móveis planejados etc.

E aí, gostou das nossas dicas? Então fica ligado que por aqui sempre tem conteúdo de qualidade para te ajudar na realização do seu sonho! 

DEIXE UMA RESPOSTA